Translate

AMERICAN LIFE: #52 Até o ELFO esta Dating Someone....

Antes de qualquer coisa, eu só queria saber onde é que essa gente guarda a decoração de Natal durante o resto do ano???? Sério! Algumas decorações são lindas de viver, de deixar a gente se sentindo dentro de um filme de Natal com as ruas todas fica decoradas, todas as casas (menos a minha, acho que eles tem preguiça), todos os comércios, shoppings, tudo, mas a maior parte delas exagera na informação (vocês vão ver ao longo do post), mas tá valendo e ainda sim é lindo!

Então, 24 de Dezembro de 2015, Natal, Grayslake- IL

Eu sei que vou parecer um tanto quanto melâncolica, mas não tem jeito, é tudo culpa do Natal... Essa época sempre me deixa sei lá, estranha. Natal a gente passa com a família não é assim? Eu particularmente SEMPRE passei trabalhando, mas ai dava aquela passadinha em casa pra ver como estavam as coisas, comia a comida da minha vó e pronto. Ano passado eu estava no Brasil no dia 25, e no dia 7 de janeiro estava na Russia (eles comemoram o natal em dia diferente) e lá também estava cercada de gente querida então foi tudo "ok". Mas esse ano, esse ano tá foda... Porque ao mesmo tempo que eu amo estar aqui, viver aqui, eu quero desesperadamente pegar o primeiro avião, com destino a felicidadeeeeee. Ta parei.

Então, eu ganhei um break do dia 23 até dia 02 de janeiro, que eu poderia ter ido viajar, o que me faria muito mais felizinha nesse final de ano, maaaaaas as passagens nessa época são absurdamente caras então achei melhor ficar na minha:(
Eu acho que tá faltando trabalho na minha vida, isso sim... Eu não tenho nada pra fazer, e mesmo quando eu estou trabalhando são só 2 horas e meia por dia, o que parece um sonho, e é, mas a mente fica vazia, pensando, vários "e se", varias possibilidades, varias vontades, varias saudades...

Ontem, dia 23 eu fui para um bar e tomei um porre mais do que merecido. Fazia tempo que eu não enchia a cara assim. Normalmente eu vou dirigindo para os lugares, mas ontem, ontem eu me dei o direito de não ser a motorista e afogar toda e qualquer duvida sobre a vida em alguns shots de tequila.
Obviamente acordei com uma dor de cabeça absurda. Eu não ia fazer nada hoje porque aqui na casa que eu moro, eles não celebram o dia 24, mas sim fazem um almoço no dia 25, depois de abrirem os presentes, aí eu estava aqui bem tranquila quando minha amiga me chamou pra ir na casa de uma amiga dela, que ia na casa da ex host family dela. Ou seja, pessoas que eu nunca havia visto na vida, e que não teria muito sentido passar o natal com eles, maaaaaas dai eu pensei: Se for ruim, pelo menos eu comi de graça. Fui.

Coloquei uma roupa mais ou menos. Eu tinha comprado uma blusa azul pra passar o natal seja lá onde fosse e que arrependimento, 2 horas com a blusa e 1 dia de coceira.
Chegamos na casa e fomos maravilhosamente bem recebidas. Uma família super unida com 3 "crianças" que já estão indo para o college. A amiga da minha amiga foi au pair deles no passado. Nos receberam com jeitinho brasileiro, 3 beijos, abraços e mais abraços. Uma mesa maravilhosa, uma arvore de natal linda com coisinhas que representavam momentos especiais da vida de cada um.

COMIDA! - COMIDA BRASILEIRA! Gente, tinha farofa!!!  Eu fiquei besta, comi até dizer chega, sério! Acontece que além de nós 3, tinha também uma outra brasileira amiga da amiga da minha amiga que veio lá de DC pra passar o Natal aqui. Todo mundo no mesmo barco, longe da família, alguns por meses e alguns por anos, e uma Host Mom tentando ser um pouco mãe de todo mundo ali. Foi lindo, de verdade.

Ahh, antes de comer, fizemos uma oração. Quem chorou? Adivinha? Sim, eu.
Primeiro porque, era meu primeiro Natal nos EUA, eu olhava pela janela e tinha neve caindo lá fora. Ao meu redor tinham pessoas realmente unidas pelo espirito do Natal, todos de mãos dadas, uma pessoas desejando coisas sinceras, felicidades e paz para todos nós, até mesmo para os que ele não conhecia. A parte do meu coração que estava lá estava super feliz e aquecida. A parte que estava no Brasil quebrou em mil pedaços minutos depois com uma ligação.
O momento das ligações... Isso chega a ser engraçado. Todo mundo meio que resolve ligar ao mesmo tempo e para todos os lados que você olha tem olhos derramando lagrimas. No navio era assim, aqui foi assim. De um lado, Ligia falando com o avô, as outras pessoas tentando conversar com a família que está longe e eu me fazendo de forte num skype com a minha grande família de 3 pessoas.

Acreditem ou não, eu ganhei presentes!!! E dois ainda! Eu fiquei espantada porque né, eles nem me conheciam, mas fizeram questão de dar presentes pra mim e para a cambada de brasileira que estava lá, achei super aewsome! <3
Voltei pra casa bem antes da 00:00, acordei as 7:00 com as crianças batendo na minha porta para abrir os presentes. Ainda bem que era para presentes porque por qualquer outro motivo eu teria ficado muito puta.

EU JURO QUE EU NUNCA VI TANTO PRESENTE NA VIDA! Eu lembro que quando eu era criança eu ganhava sei la, um da minha mãe, um do pai e um dos avós e fim, e dentre esses só um era MUITO BOM. Mas ai eu perdi a conta de quantos presentes cada um abriu, sei lá, uns 50 cada um, e isso sem exagero... Fiquei chocada, porque sério, eles acumulam coisas aqui em casa sabe, então o que eles mais tem são brinquedos espalhado pela casa toda e eu fico só imaginando o tanto de criança que não ganhou exatamente nada, e eles aqui, com esse tanto de coisas que eles vão abrir lá pro natal do ano que vem...
Mais uma modesta decoração
Finalmente depois da novela dos presentes, chegou a minha vez de abrir a minha meia. SIM!!! Eu ganhei uma meia!!!

Acontece que aqui todo mundo da família tem uma meia pendurada na lareira que fica cheia de presentes e tranqueiras. A minha não tinha meu nome bordado porque eu imagino que deva vir sento reutilizada para todas as au pairs, mas a minha estava lá, uma minha e uma da ex au pair que estava em casa.
 Como eu me senti ganhando uma meia? Dobby is Free!!!
Quando abri a minha meia quase tive um filho. Uma caixinha com um colar vermelho e três bolachas recheadas.:( :( :( . Acho que eu não consegui disfarçar e eles perceberam a minha cara de desgosto rs ai ela falou "Olha mais pra baixo". Enfiei a mão e aiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii

500 DOLARES!!!!!!!! :D 500 OBAMAS!!!!
Coração quase saiu pra boca! Me senti rica o suficiente para nunca mais ter que trabalhar na vida (oooo felicidade de pobre que dura pouco).  Mas naquele momento, pra quem não estava esperando, pooooxa, foi muito bem vindo! Agradeci, e eles disseram "Bonus de Natal" ;)


Sobre dar presentes pra família, é muito relativo, mas eu vejo meninas gastando 200 dólares ou mais em presentes e eu acho isso o cumulo, porque nós ganhamos super pouco e 90% das famílias mal usam o que damos. Claro que vai de pessoa pra pessoa, e cada um deve fazer o que o coração sente. A minha HF é ótima, e por serem ótimos sabem que eu sou au poor, então tá tudo certo.

Dei uma cesta de chocolates pros hosts (que eles abriram séculos depois). Um cartão postal para todos,  uma camiseta vermelha estampada o nome do menino e uma mascara de 7 dólares pra menina que ela adorou, alias, acho que foi a única coisa que ela brincou na hora;) No total gastei 48 dólares!

Outra coisa engraçada aqui do natal dos EUA é o tal do The Elf on The Shelf que nada mais é que um bonequinho sem vergonha que fica um mês perambulando pela casa. O ELFO vem do Polo Norte pra ajudar o Santa Claus a ficar de olho nas crianças, pra ver se elas estão sendo naughty ou nice. Se elas não se comportarem elas ficam na lista das crianças que não vão ganhar presentes. Todos os dias de manhã ele está escondido em algum lugar da casa e as crianças tem que o encontrar, mas não podem por a mão nele, caso contrario ele vai embora e bye bye presentes. Eu, claro, usei disso o mês inteiro para conseguir tudo que eu queria das crianças;)

Depois dos presentes nós almoçamos, foi bem legalzinho. O resto do dia eu dormi... Procuramos um bar para sair mas Natal, nevando, -15 graus, não encontramos nada:(

Então esse foi o meu primeiro Natal Americano, com neve, família americana de comercial de margarina, bolso recheado de obamas... Até que não foi tão mal assim né não?

Deixo vocês aqui com algumas fotos do ELF que me alegrou o mês inteiro:D (Algumas obvio, as crianças não viram hahaha)

ELF CYRUS:
E sim, até o ELF esta DATING... Socorro vida!!!

A todos vocês, que vocês tenham um Natal com o verdadeiro significado do Natal, que possam abraçar suas famílias e dizer o quanto estão felizes por estarem reunidos. Na grande peça da vida mudam-se os anos, mudam-se os capítulos, alguns atores são substituídos, mas a verdadeira beleza desta história está nos personagens que permanecem nas cenas mais queridas. Desejo a todos os personagens das nossas vidas, Boas Festas, Feliz Natal e um Próspero Ano Novo." (Mas eu volto pra contar como foi o ano novo <3 )

MERRY CHRISTMAS!!
Share on Google Plus

About Harlye Mielli

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment

2 comentários:

  1. 500 DINHEIROS??!?!?!?!?!??!??!??!?!

    ARRASOU!!!!!

    Já sei quem vai pagar as birita aqui no Brasil!

    :3

    Beijo,

    Monick

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 500 DINHEIROS!!!! ACREDITA?! Fez meu natal né :D

      Beijoooooos <3

      Excluir

Labels

Tripulante Navio Au Pair Diario de Bordo Costa Fascinosa Temporada Europeia Illinois histórias de crew Crewlife Summer 2016 Fase 4: De volta ao Buffet Snack Stward Living in Russia WINTER 2015/2016 Moscow Fase 2: Europa Chicago Spring 2016 Aconteceu no Fascinosa Fase 6: Ultimo Cruzeiro Temporada Brasileira crewfamily California Road Trip Fase 1: O Começo Processo de Embarque Divirta-se Capos Namorado Cabinmate SUMMER 2015 Namoro a bordo FALL 2015 Fase 5: Reta Final St. Petersburgo Bratta Familia Supervisores Cabine Processo Au Pair TAG: Vida de Snack Bia Data de Embarque Brasil Veneza-Italia Crew Bar Fase 3: Ass. Witress Horarios Mykonos-Grecia Vida-pós-Navio Costa Crociere Dicas warning Aprenda Russo Ass Waitress Grecia Trabalho em Navio relacionamentos Academia Buffet Crew Party training Aviação BRASIL X EUROPA Cherepovets Comissária de Voo Las Vegas Santorini fim de contrato Celular Comida a Bordo Let Pro Flight Rio de Janeiro despedidas Arizona Bari-Italia Dinheiro Navegação Port Manning Russia salario At sea Buenos Aires Colorado Dubrovinik Croacia Filipino Folgas Infinity Ingles Saudade Saudades Thayse Uniforme Vida de Snack drill Anac Aniversarios Cabelos Comida Corfu-Grecia Crossing Data de Embaque Dirigindo nos EUA Embarcation Day Inspeção de cabine Malas Natal New York Overnight Salvador Santos Treinamentos bambini compras guests medico a bordo ABOUT ME Academia a bordo Banheiromate Brasileiros Cabelo Costa Pacifica Crew Beach Desembarque Fascinosa Formatura Ilha Bela Internet Mafia Meeting Capitão Minnesota Provas Pós- Russia Red Square Schedule Side Job Sobrevivencia- Selva e Marinharia Travel Tips dançarinos evaluation transferencia de navio 21 anos 21 anos na Grecia Aeroporto de Madrid-Barajas Aeroporto de Roma Alitalia American Life Assalto CFPN Cambuza Cantando Carnaval Copa do mundo Costa Mobile ou Costa In touch Costa NeoRiviera Entrevista Europa Exames- Navio Fall 2016 Familia a bordo Feminismo Filipinos Flight attendant Flowchart Folga Gastos Hard Rock Itinerário Kentucky LIfe on board Living in USA Loira a bordo Maceio Malaga-Espanha Mamagaio Mareado Meu filho quer embarcar! E agora? Nashville O que levar nas malas? Palermo-Italia Portugal Processo seletivo RFE Reembarque Reflexão Reportagem TV Riniti Rotina STCW ou CBSN Secador e chapinha Sta Cruz de Teneriffe-Espanha TIM Televisão Tennessee Uruguai-Punta Del Este e Montevideu Videos Vizinhas Vocabulario Voo Wifi Wisconsin abandon ship aniversario na grecia comunicação disney laudry massagem a bordo metri off passageiros staff ´Reembaque