Translate

AMERICAN LIFE #36: "Do lar" não, "Do bar"!


Grayslake-IL, Abril de 2016 

A diversidade cultural esta ai para ser respeitada e eu sou a primeira pessoa a levantar a bandeira de que não existe certo ou errado, apenas o diferente; e são essas palavras que me guiam entre um pais e outro ou numa sala de aula com pelo menos 6 nacionalidades diferentes. 

Desde que eu sai de casa para o mundo, a melhor parte de tudo foi viver a cultura alheia adotando para a minha vida tudo aquilo que eu me engrandece e ignorando aquilo que não me serve. Ignorando até que... 

Ontem, durante uma discussão leve na faculdade sobre direitos iguais entre homens e mulheres, uma amiga contou que estava "dating" um cara x, depois de um tempo se envolveu com um outro e em seguida descobriu que ambos eram amigos. Tudo certo até que comecei a perceber olhares atravessados de uma Sul Africana que não aguentou só observar e lançou em alto e bom som "Coisa de prostituta". 

Imaginem vocês que eu engoli a seco e tentei educadamente a explicar que prostituta é quem faz dinheiro a partir do sexo, o que também não cabe a nenhuma de nós julgar uma coisa que é da vontade de fulana, e que assim então, é um grande absurdo intitular uma mulher como prostituta só pelo fato dela ter transado com quem achou que deveria. Ela insistiu dizendo que esse "tipo de mulher" não é o que um homem procura para casar e constituir família e que muito provavelmente ficarão o resto da vida apenas sendo objeto para o sexo alheio. Há, somo se o sexo também não beneficiasse a mulher. 

"Talvez seja isso que ela aprendeu no país dela", foi o que eu pensei de inicio, e entrar numa discussão desse tamanho com alguém de cabeça tão pequena talvez fosse perca de tempo, mas aí pensando e repensando sobre isso me dei conta de que o problema não esta somente nela (feliz seriamos nós se estivesse), o problema esta nas Joanas e Marias, Paulos e Pedros, homens, mulheres de todos os cantos que simplesmente não conseguem aceitar que essa coisa de "mulher deve ocupar o lugar de mulher" já ficou para trás. 

Lugar de mulher. Lugar de mulher é onde ela quiser, amigo. "É no bar, tomando whisky. É em casa, lendo jornal e comendo amendoim. É em plataforma de petróleo. É na sala de aula, assistindo e lecionando. É em pista de skate. É na câmara dos deputados. É dirigindo táxi. É na rua, à noite, sozinha. É no mundo". Ruth Manus. 


Eu nunca me intitulei como feminista, mas também nunca tinha presenciado uma atitude tão mesquinha e machista vinda de uma mulher. 

Como se não fosse o bastante, também hoje fico sabendo de uma reportagem sobre a esposa do Michel Temer, intitulada como “bela, recatada e do lar”. Pra você que faz a linha bela, recatada e do lar, meus parabéns e eu não vejo nada de errado com isso, mas por todas nós que somos (queremos ser) aquilo que nos der na cabeça, sem termos que seguir esses padrões impostos pela sociedade, eu sinto que esta tudo errado, virado, desorganizado. 

Nós não queremos respeito por sermos o sexo frágil, nós queremos respeito porque nós merecemos. Porque nós vamos a luta, escolhemos o nossos caminhos, batalhamos tanto ou mais que muitos homens por ai, passamos pela dor do parto, da menstruação, para ainda nos dias de hoje ouvirmos que fulana foi morta e estuprada porque não estava vestida adequadamente, e sim, pessoas ainda conseguem ter esse pensamento medonho. 

Nós, que no século 21 ainda somos consideradas o sexo frágil, somos as que trabalhamos e estudamos muito, temos os pés cheios de calos e bolhas, porque além de tudo muitas vezes fazemos tudo isso de salto alto. Somos independentes para fazermos o que bem entendermos com o nosso dinheiro, seja comprar uma bolsa cara ou doar para algum projeto social. Somos nós que colocamos a cara no mundo e nos permitimos viagens inesquecíveis, muitas vezes sozinhas. Claro que não é sempre que da pra manter a academia em dia ou fazer um bolo que faça brilhar os olhos das nossas avós, mas nós aprendemos como dirigir bem, entendemos de imposto de renda e não queremos depender de ninguém. Nos não nascemos para estarmos atras e nem a frente de homem nenhum, mas sim do lado; E é por fazer parte dessa geração de mulheres que disputa cargos do mesmo nível que qualquer homem por ai é capaz de disputar é que eu me sinto no direito de não aceitar como padrão ideal de mulher esse tal "Bela, recatada e do lar". 

 O único "do lar" que eu estou aceitando é escrito junto e com acento: DÓLAR, meu amor. 

Pelo direito de sermos "Livres, RESPEITADAS e do bar" ou de simplesmente sermos o que quisermos ser.
Share on Google Plus

About Harlye Mielli

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment

5 comentários:

  1. Oiiii Harlye,

    Nossa, seu blog é demais mana!

    Então,tô terminando a faculdade e sabe aquele grito de liberdade? Tô querendo fazer dentro de um navio hahahahaa (a lokaa)
    o seu blog abriu meus horizontes e te agradeço muito por isso.

    Qual a melhor época para começar a procurar as agências?

    AH SEU NAMORADO É LIIIINDO, e olha que eu nem de homem gosto. :p

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii, poxa, obrigada:)))

      Olha, vai fundo! No navio é sempre 8 ou 80, ou voce odeia ou voce ama, mas independente disso eu acho que é uma experiência super valida que todo mundo deveria ter:)
      Fico feliz que o blog tenha te ajudado de alguma forma!!!

      Então, eu acho que começar o processo no começo do ano é bom porque eles embarcam uma grande quantidade de pessoas antes dos navios chegarem no Brasil, já que a cia tem que ter um numero x para entrar no pais. No entanto, os processos estão demorando muito, então quanto antes da epoca que voce pretende embarcar voce conseguir dar incio no processo melhor. (Mas só quando não tiver nada pendente, porque é muito relativo, as vezes da a louca e eles te embarcam mais rapido)...

      Ele é né?! Ain <3 E ele é um amor de pessoa tambem, o que deixa mais lindo hahaha :D

      Beijooos e sucesso pra ti!

      Excluir
  2. Oiii Harlye sua linda, tudo bem ? Descobri seu blog à pouco tempo estou apaixonada por sua história de vida, tenho a maior vontade de sair pelo mundão à fora, mas ainda não chegou minha hora . Vendo sua história no navio me deu uma vontade loukaaa de entrar de gaita no navio hehehe, me conta quais são os requisitos para embarcar . Sei que o inglês é fundamental para a vida, então tô tentando aprender . Bom é isso, adoreiii seu blog, pretendo ler ele todinho, você é muito divertida, espero um dia conhecê lá. Bjooo de luz flor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiiiii:)))
      Tudo otimo e com você?! Ah poxa, obrigada <3. E isso mesmo, tudo tem a sua hora. Eu levei alguns muitos anos lendo blogs e sonhando em ir para o navio, até que um dia chegou a minha vez. Logo a sua chega também :D
      Eu sou suspeita para aconselhar porque amo a vida a bordo, mas se eu pudesse dar um conselho para qualquer pessoa seria: Faça um contrato trabalhando em navios. São divisoes de aguas dentro de voce, existe uma de mim antes de embarcar e uma depois, super aconselho;)
      Vai estudando ingles que pra tudo voce vai precisar. Olha, vamos fazer assim, terça vou fazer um post sobre os requisitos do navio e deixar uns links que eu usei e ainda uso para estudar inglês :D

      E obrigada mesmo, de certo um dia a gente se tromba por ai, o mundo é muito menor do que a gente imagina!!!

      Um beijoo <3

      Excluir
    2. Fiz o post :)

      http://bonvoyageharlye.blogspot.com/2016/07/requisitos-basicos-para-trabalhar-em.html

      Esper que ajude:) Boa sorte, um beijo <3

      Excluir

Labels

Tripulante Navio Au Pair Diario de Bordo Costa Fascinosa Temporada Europeia Illinois histórias de crew Crewlife Summer 2016 Fase 4: De volta ao Buffet Snack Stward Living in Russia WINTER 2015/2016 Moscow Fase 2: Europa Chicago Spring 2016 Aconteceu no Fascinosa Fase 6: Ultimo Cruzeiro Temporada Brasileira crewfamily California Road Trip Fase 1: O Começo Processo de Embarque Divirta-se Capos Namorado Cabinmate SUMMER 2015 Namoro a bordo FALL 2015 Fase 5: Reta Final St. Petersburgo Bratta Familia Supervisores Cabine Processo Au Pair TAG: Vida de Snack Bia Data de Embarque Brasil Veneza-Italia Crew Bar Fase 3: Ass. Witress Horarios Mykonos-Grecia Vida-pós-Navio Costa Crociere Dicas warning Aprenda Russo Ass Waitress Grecia Trabalho em Navio relacionamentos Academia Buffet Crew Party training Aviação BRASIL X EUROPA Cherepovets Comissária de Voo Las Vegas Santorini fim de contrato Celular Comida a Bordo Let Pro Flight Rio de Janeiro despedidas Arizona Bari-Italia Dinheiro Navegação Port Manning Russia salario At sea Buenos Aires Colorado Dubrovinik Croacia Filipino Folgas Infinity Ingles Saudade Saudades Thayse Uniforme Vida de Snack drill Anac Aniversarios Cabelos Comida Corfu-Grecia Crossing Data de Embaque Dirigindo nos EUA Embarcation Day Inspeção de cabine Malas Natal New York Overnight Salvador Santos Treinamentos bambini compras guests medico a bordo ABOUT ME Academia a bordo Banheiromate Brasileiros Cabelo Costa Pacifica Crew Beach Desembarque Fascinosa Formatura Ilha Bela Internet Mafia Meeting Capitão Minnesota Provas Pós- Russia Red Square Schedule Side Job Sobrevivencia- Selva e Marinharia Travel Tips dançarinos evaluation transferencia de navio 21 anos 21 anos na Grecia Aeroporto de Madrid-Barajas Aeroporto de Roma Alitalia American Life Assalto CFPN Cambuza Cantando Carnaval Copa do mundo Costa Mobile ou Costa In touch Costa NeoRiviera Entrevista Europa Exames- Navio Fall 2016 Familia a bordo Feminismo Filipinos Flight attendant Flowchart Folga Gastos Hard Rock Itinerário Kentucky LIfe on board Living in USA Loira a bordo Maceio Malaga-Espanha Mamagaio Mareado Meu filho quer embarcar! E agora? Nashville O que levar nas malas? Palermo-Italia Portugal Processo seletivo RFE Reembarque Reflexão Reportagem TV Riniti Rotina STCW ou CBSN Secador e chapinha Sta Cruz de Teneriffe-Espanha TIM Televisão Tennessee Uruguai-Punta Del Este e Montevideu Videos Vizinhas Vocabulario Voo Wifi Wisconsin abandon ship aniversario na grecia comunicação disney laudry massagem a bordo metri off passageiros staff ´Reembaque